Um homem precisa viajar. Por sua conta e pelo seu planejamento, não por meio de histórias,imagens, livros ou TV. Precisa viajar por sí, com seus olhos e pés, com seus recursos para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogãncia que nos faz ver o mundo como imaginamos, e não simplesmente como é ou como pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos e, simplesmente, ir ver! AMYR KLINK

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

19º dia - Ushuaia (29 Jan 13)

2° dia no Ushuaia.... Na parte da manhã andamos pelo centro... fizemos algumas compras... recuerdos, regalos e algumas roupas, pois o preço aqui é um pouco mais em conta, mais nada muito barato... 
A tarde fomos ao Parque Nacional Lapataia, distante uns 30 km do centro de Ushuaia, onde fica o fim da ruta 3 e aquela placa tradicional onde todo mundo tira foto. Além disto, o posto de correio mais austral do mundo.... Muito legal, o senhor do posto tem um bigodão..... todo parlamentado.... e dele carimbo.... 
Lá se compra cartões postais e se envia para onde quiser... fizemos isto, compramos cartões e postamos... Além disto, eu carimbei o meu passaporte.... foto do carimbo. 
PS: carimbo no passaporte ($ 10 pesos).... cartão postal ($ 8 pesos)..... enviar o cartão ($12 pesos).... Entrada no parque ($ 60 pesos).... e haja pesos..... 
Depois fomos a Bahia Lapataia, fim da Ruta 3, onde tiramos fotos na placa, momento para posteridade.... 
Andamos ainda pelo parque, visitamos uma área de castores.... trem do fim do mundo.... 
Aí pra completar, fizemos uma cagad... eu e o Rodrigo ficamos sem nafta.... eheeehe .... essa proeza ninguém tinha feito... Ainda bem que o Gabriel fez o socorro... 
Solucionada a pane, voltamos a cidade para começar a nos prepararmos para o retorno, pois amanhã bem cedo queremos iniciar o retorno para casa... até onde ainda não sabemos, pois tem a troca do pneu... passagem por aduana.... travessia em balsa, etc... dia cheio..... 
Agora a noite acho que vamos comer uma centolla, que é um caranguejo gigante... prato típico de Ushuaia....












































Carimbo no Passaporte

18º dia - Ushuaia/Arg (28 Jan 13)

Dia em Ushuaia.... Na parte da manhã pegamos um táxi e fomos procurar repuestos para as motos, principalmente o pneu dianteiro da Hornet do Gabriel. Acabou que não encontramos e decidimos então desistir e voltar a procurar na cidade de Rio Grande, já na volta. Também não vamos trocar o óleo das motos, vamos trocar lá em Rio Grande para fazer uma parada unica. Esta parte da manutenção das motos achamos bastante precário. Depois fizemos a troca do Hotel, nos hospedando no Hostel Paisagem Del Beagle (R$ 610 pesos argentinos para os quatro por dia). 
Na parte da tarde, demos uma volta pela cidade e fomos visitar o Glaciar Martial, que fica próximo a cidade...fomos também de táxi ($ 40 pesos).... descanso para as guerreiras..... 
O passeio no glaciar foi muito legal, subimos de teleférico ($ 60 pesos por cabeça) e depois caminhamos até o gelo.... lá voltamos a ser crianças, escorregando de bunda montanha abaixo..... 
Depois do passeio no glaciar voltamos a cidade e fomos até o presídio, porém não entramos o preço para entrar é ($ 90,00 pesos)... daí decidimos andar pela cidade, fomos ao porto, tiramos fotos.... 
A noite ficamos no hotel, cozinhamos no quarto... nhoque.... sopa... muito ovo.... 
Em fim, a cidade de Ushuaia é linda, muitas pessoas andando....a cidade fica em um morro debruçada sobre a Bahia de Ushuaia e o Canal de Beagle....























































video